COMENDO EM MADRI E BARCELONA

08/05/2011

Minha predileção por restaurantes argentinos elegeu, há anos, dois endereços imperdíveis na Espanha.

Lamento se este post causar frustração pelas poucas indicações da riquíssima culinária espanhola. A culpa é minha, da preferência por voltar a lugares dos quais gosto em vez de me arriscar com novidades.

Começarei falando do De Maria.

O local se apresenta como uma fusão gastronômica entre Argentina e Espanha, mas é basicamente uma casa de carnes.

As pessoas que vão ao De Maria estão à procura de carnes saborosas, acompanhamentos caprichados e vinho tinto. Pessoalmente, acho difícil encontrar combinação melhor.

Na recente viagem para acompanhar os clássicos entre Barcelona e Real Madrid, estivemos na capital por dois períodos de cerca de cinco dias.

Foram três visitas ao De Maria, todas excepcionais do couvert à sobremesa. Entre uma coisa e outra, minha opção foi sempre o ojo de bife com aspargos e alcachofras grelhadas.

Em Barcelona, não deixo de ir ao San Telmo. Outro argentino de carnes espetaculares, frequentemente visitado por Leo Messi.

Diferentemente do De Maria, que tem várias filiais em Madri, só há um San Telmo, próximo ao Parc de Montjuic.

Desculpe a repetição, mas ali o negócio é carne, um prato de legumes e verduras grelhadas, e vinho. Infelizmente só deu para ir uma vez.

Na Catalunha, fomos mais democráticos em nossos destinos para jantar.

Estivemos duas vezes no Port Olimpic, onde os restaurantes fecham por volta da 1 hora da manhã e são, às vezes, a única opção para quem trabalha até tarde. Frutos do mar em abundância e bons preços.

Levei meus colegas da ESPN para conhecer o Cuines Santa Caterina, lugar que impressiona pelo ambiente e pela comida.

Fica num antigo mercado, tem mesas comunitárias ou individuais e uma grande cozinha aberta. Na entrada, o bar oferece cervejas e vinhos em taças para acompanhar tapas e outros aperitivos.

O cardápio tem um pouco de tudo. Comida mediterrânea, oriental, grelhados, peixes e massas.

E por indicação do meu pai, o ponto alto da viagem foi o Botafumeiro. Tradicional, elegante, um dos mais famosos restaurantes da cidade.

Ali, frutos do mar alcançam outro nível. E o serviço é impecável.

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: